Destaques

Lauro de Freitas lança projeto de autocuidado para pacientes com hanseníase.

Pacientes de hanseníase em Lauro de Freitas receberão orientações de profissionais para melhorar a qualidade de vida enquanto seguem no tratamento. A proposta para a criação do primeiro grupo de autocuidado para portadores desta doença é inédita no município e foi lançada na tarde desta quarta-feira (28), no Complexo de Saúde da Itinga pela Gerência de Núcleo da Hanseníase da Secretaria Municipal de Saúde.

De acordo com a gerente do Núcleo, Margarida Dea, uma vez por mês os acometidos terão encontros em que palestras sobre temas levantados pelos próprios pacientes serão abordadas. “Acreditamos que essa proposta favoreça a autonomia dos doentes para a melhoria da qualidade de vida, auxiliando-os a cuidar de si mesmo, em casa, no trabalho, para prevenção de incapacidades e deformidades geradas pela doença”, explicou.

Dea acredita que a formação de grupos de autocuidado “se faz relevante diante da necessidade de estimular a formação da consciência de riscos para a integridade física do paciente atingido pela hanseníase, a mudança de atitudes para a realização do autocuidado e o fortalecimento da autonomia biopsicossocial, a partir da identificação do problema, visando a sua superação”, disse.

Em Lauro de Freitas cerca de vinte pessoas estão no programa para tratamento da hanseníase ofertado pelo Sistema Único de Saúde (SUS). O tratamento da doença varia de seis meses a um ano a depender da complexidade do caso. De acordo com Dea, o preconceito ainda é um grande impedimento para a conclusão da terapia medicamentosa. “Muitos iniciam e logo abandonam por medo ou vergonha”, afirmou.

Os sinais de hanseníase apresentam-se na pele e nos nervos periféricos. Áreas da pele com manchas esbranquiçadas, acastanhadas ou avermelhadas, com alteração na sensibilidade são os sintomas mais frequentes. Atualmente, o Brasil adota um tratamento composto por antibióticos de ações diferentes, que pode e deve ser realizado em regime ambulatorial, ou seja, o paciente comparece uma vez ao mês para tomar uma dose dos medicamentos na presença do profissional de saúde.

Com informações da Assessoria.

Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo
%d blogueiros gostam disto: