Salvador

Feminicídio é tema de seminário em biblioteca no Rio Vermelho

O estado da Bahia registrou um aumento de 32% nos casos de feminicídio em 2019, de acordo com a Secretaria da Segurança Pública (SSP). Por isso, na sexta-feira (13), a Biblioteca Juracy Magalhães Jr. (BJMJR), no Rio Vermelho, realiza o Seminário ‘Feminicídio: É preciso falar sobre isso’. O evento começa às 9h30. O diretor da Fundação Pedro Calmon (FPC), Zulu Araújo, e a delegada titular da Delegacia de Atendimento a Mulher (Deam/Brotas), Heleneci Nascimento, participam da mesa de abertura.  
 
Às 10h, a mesa ‘Feminicídios em grupos étnicos e raciais’ terá a participação de Ângela Farias, doutora em direitos humanos, violência contra as mulheres, feminicídio e políticas públicas; Gicélia da Cruz, mestra em educação e contemporaneidade; e Queli Santos, doutoranda de Psicologia na Universidade Federal da Bahia (Ufba). A mediação será realizada por Andreane Moreira, coordenadora do Centro de Estudos, Pesquisa Extensão e Desenvolvimento Humano (CEPEX-DH).
 
Às 14h, Queli ministra a oficina ‘Saúde psicológica da mulher’, que tem como objetivo elevar a autoestima das participantes através de dinâmicas. Às 15h, a advogada Luciana Leal e Alcilene Assunção, subcomandante da Ronda Maria da Penha, desenvolvem a oficina ‘Lei Maria da Penha’, visando explicar a lei e as formas de violência doméstica. Já às 16h, o grupo de trabalho ‘Mulheres em Evidência’ discute o local da mulher na sociedade. 
 
Servidora da biblioteca, Olga Vidal explica que a atividade é muito importante “devido ao alto índice de mulheres violentadas diariamente. Uma mulher é morta a cada 2 horas no Brasil”.  
 
A BJMJ oferece ao público diversas atividades culturais como contação de histórias, oficinas literárias, lançamento de livros, palestras, entre outras atividades. Fundada em 1968, a unidade possui um acervo estimado em mais de 25 mil exemplares. O horário de funcionamento é de segunda a sexta, das 8h às 17h, e aos sábados, das 8h30 às 12h.
Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Close
%d blogueiros gostam disto: