Carnaval 2019

Cerca de 50% na quantidade de acidentes nos cinco primeiros dias deste Carnaval

Ação da Transalvador fiscaliza motoristas em estações no Carnaval

A Superintendência de Trânsito de Salvador (Transalvador) registrou uma redução de cerca de 50% na quantidade de acidentes nos cinco primeiros dias deste Carnaval, quando comparado com o mesmo período do ano anterior. Até o momento, foram contabilizadas 72 ocorrências, enquanto em 2018 foram 140.

Mesmo com essa queda acentuada, um dado é preocupante. O órgão de trânsito registrou quatro acidentes com vítimas fatais desde a última quinta-feira (28). Todas essas ocorrências envolviam motos.

“Mesmo com todo nosso trabalho de conscientização, de abordagens educativas, fiscalizações e de blitze da Lei Seca, temos esse dado que nos deixa triste. Por isso, pedimos que os motociclistas colaborem e tenham um comportamento responsável no trânsito, já que eles estão numa condição de grande vulnerabilidade”, pede Fabrizzio Müller, superintendente da Transalvador.

Na noite de ontem (04), a Transalvador manteve 361 agentes nas ruas em volta dos circuitos para garantir um trânsito mais seguro para o cidadão. Ainda com o objetivo de preservar vidas, a equipe de Educação para o Trânsito abordou 340 condutores profissionais, dentre eles mototaxistas regulamentados, motoristas de ônibus e da Prefeitura, além de taxistas. Nenhum foi flagrado com teor alcoólico no sangue.

Agenor Mangueira, de 62 anos, foi pego de surpresa quando estava saindo do terminal de ônibus da Estação da Lapa por agentes da Superintendência de Trânsito do Salvador (Transalvador), que realizavam o teste do bafômetro. Estava sendo executada mais uma operação preventiva da autarquia durante o Carnaval.

“Acho ótimo a realização dessa operação. É importante. Isso traz mais segurança pra gente. Tenho certeza que vai dar negativo aí, aqui só bebe é água”, garantiu Agenor. E ele estava certo, o resultado foi negativo.

De acordo com a titular da Gerência de Educação para o Trânsito (Gedut), Miriam Bastos, já foram fiscalizados 3,52 mil condutores ligados à Prefeitura, incluindo os credenciados para circular no evento. Todos os resultados foram negativos. “Esse número é um reflexo do processo educativo que a Transalvador vem fazendo ao longo do ano”, afirmou.

Além da Lapa, a operação também foi realizada na Estação Pirajá, pela manhã. À tarde, os agentes irão fiscalizar condutores credenciados em pontos de mototáxis e táxis espalhados pelos circuitos do Carnaval.

Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Close
%d blogueiros gostam disto: