CidadesPolítica

Câmara Municipal de Salvador retoma atividades com mensagem de esperança e trabalho

Crescimento econômico e desempenho da Casa deram tom ao discurso do presidente Geraldo Júnior

O presidente da Câmara Municipal de Salvador, vereador Geraldo Júnior (MDB), abriu o 2º Período Legislativo da 19ª Legislatura com uma mensagem de esperança sobre o fim da pandemia e retomada da economia. Ele destacou também a importância do trabalho da Câmara para mitigar os efeitos do coronavírus na vida da população soteropolitana. 

A sessão solene aconteceu, na manhã desta quarta-feira (2), no Plenário Cosme de Farias e contou com leitura da Mensagem do Executivo pelo prefeito Bruno Reis. Por conta da pandemia, a sessão foi semipresencial e transmitida ao vivo pela TV Câmara Salvador. Estiveram presentes vereadores, autoridades convidadas e profissionais da imprensa. 

Geraldo Júnior disse ter grande esperança no fim da pandemia ainda em 2022. O presidente do Legislativo Municipal destacou que, em 2021, “mais uma vez, a nossa Casa deu todas as respostas requisitadas pela sociedade. Votamos, discutimos e aprovamos matérias importantes que estão ajudando no combate direto e indireto desta crise, além de apresentar diversas alternativas legislativas capazes de mitigar os efeitos nefastos desse vírus”.

Independência

Geraldo frisou a independência do Legislativo Municipal e sua força. “Não recuaremos um milímetro de nossa liberdade de legislar, mesmo que alguns tentem nos impor caminhos a seguir. Somos do diálogo, mas sabemos nos defender”, disse. 

Geraldo Júnior afirmou que o prefeito Bruno Reis, juntamente com sua equipe, sabe e tem reconhecido o relevante papel da Câmara de Salvador na criação do ambiente normativo que tem atuado de forma decisiva e efetiva nessa pandemia que já dura dois anos. “Ademais, temos exercido plenamente o nosso mister de debater e aprovar matérias outras que são de total interesse da sociedade, cujos temas são palpitantes, pois aqui é a Casa dos debates e do contraditório”, ressaltou. 
Geraldo Júnior agradeceu a atuação dos líderes da oposição, Marta Rodrigues (PT) e Paulo Magalhães Júnior (DEM), e deu as boas-vindas à nova liderança oposicionista Augusto Vasconcelos (PCdoB).

Paulo Magalhães disse que a expectativa é que neste ano prevaleçam o diálogo, entendimento e trabalho. “A Câmara tem papel de fundamental importância para a vida do povo de Salvador. Os vereadores têm que continuar cumprindo seu papel, votando matérias importantes para a cidade, como fizemos durante essa pandemia”, afirmou, ao destacar a expectativa da chegada na Casa de projetos da Prefeitura que visam a modernização da cidade. 

“Faremos uma oposição a favor da cidade, defendendo pautas como educação, saúde, transporte público e questões ambientais, enfrentando, principalmente, a questão do desemprego e falta de oportunidade que atingem uma imensa parcela da população. Faremos uma oposição crítica, consistente, mas também levando em consideração os interesses da cidade. Nós não vamos abrir mão da nossa postura independente para fazer críticas, apresentar emendas e enfrentar qualquer medida autoritária da Prefeitura, como é esse desmonte da educação”, disse Augusto Vasconcelos. 

O chefe do Legislativo Municipal encerrou solenidade convocando os vereadores para a eleição e instalação das comissões permanentes da Câmara, na próxima semana, no Plenário Cosme de Farias. 

Mesa

Além do presidente Geraldo Júnior e do prefeito Bruno Reis, também fizeram parte da mesa de trabalho os 1º e 2º secretários da Câmara, vereadores Carlos Muniz (PTB) e Sabá (CD); o presidente da Assembleia Legislativa da Bahia, Adolfo Menezes (PSD); o desembargador José Aras Neto, representando o presidente do Tribunal de Justiça da Bahia; o presidente do Tribunal de Contas da Bahia, Marcus Presídio, a vice-prefeita Ana Paula Matos e a defensora pública Firmiane Venâncio, representando o defensor-geral Rafson Ximenes. 

A mesa contou ainda com uma extensão que teve a presença do tenente-coronel Eduardo Luciano Machado, representando o general de Divisão Marcelo Arantes Guedon; do coronel-aviador Marcelo Borges e do comandante de Policiamento Regional da Capital, coronel Paulo Guerra, representando o comandante-geral da PM, Paulo Coutinho. 

Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo
%d blogueiros gostam disto: