Política

Após novo escândalo no Governo Bolsonaro, Jerônimo afirma que gestão federal “é um desastre em todos os aspectos”

O pré-candidato ao Governo do Estado pelo PT, Jerônimo Rodrigues, falou sobre a gestão do Governo Federal ao ser questionado, nesta quarta-feira (29), sobre as denúncias de assédio sexual envolvendo o presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães. “É mais um desastre que esse Governo Federal vem trazendo para a imagem do Brasil”, falou o petista, em Salvador, durante evento do Governo do Estado no Centro Administrativo da Bahia (CAB). Para Jerônimo, o Governo Federal “é um desastre em todos os aspectos”.

O pré-candidato do time de Lula, que participou das entregas do Estado ao lado do governador Rui Costa e do pré-candidato à reeleição ao Senado, Otto Alencar (PSD), afirmou que o governo do presidente Jair Bolsonaro tem “má vontade e interesse em querer desagregar” e é desastroso também “na execução da política pública e na parceria com os Municípios e com os Estados. Comprovou que tem uma incompetência estabelecida”.

“Nós vimos, há uma semana, um ex-ministro da Educação preso, respondendo processo, e agora um tratamento com profissionais da Caixa Econômica com total desrespeito”, acrescentou Jerônimo, que está otimista em relação às eleições deste ano: “com certeza, vamos passar isso a limpo e, em 2023, a gente vai arrumar esse negócio com a volta de Lula presidente”, concluiu.

Agenda em Salvador
No CAB, o governador Rui Costa entregou 43 equipamentos para consórcios públicos multifinalitários e prefeituras. No ato, realizado no estacionamento da Secretaria de Infraestrutura do Estado (Seinfra), as instituições beneficiadas receberam 30 caminhões, quatro roçadeiras hidráulicas, três caminhões cavalo-mecânico, duas usinas móveis rebocáveis (de asfalto), dois caminhões e dois multiprocessadores de agregados. O investimento do Estado na ação foi de R$ 17,6 milhões.

Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo
%d blogueiros gostam disto: