Política

A 23ª Conferência Nacional dos Legisladores e Legislativos Estaduais (CNLE), reúne parlamentares de todo Brasil

A 23ª Conferência Nacional dos Legisladores e Legislativos Estaduais (CNLE) foi aberta, em Salvador, na noite desta quarta-feira (20), no auditório do Centro de Cultura Cristã da Bahia (CECBA), no bairro do Costa Azul, com a presença de autoridades diversas e parlamentares de todo o país. O evento, que vai até esta sexta-feira (22), tem como tema central “Humanizando as leis em um novo tempo”. 
 
A cerimônia contou com convidados especiais como o governador em exercício da Bahia, João Leão; o presidente do Tribunal de Contas do Estado (TCE-BA), Gildásio Penedo; o defensor público geral do Estado, Rafson Saraiva Ximenes; a procuradora Márcia Guedes, que representou a procuradora geral de Justiça da Bahia, Ediene Lousado; Kennedy Nunes, presidente da União Nacional dos Legisladores e Legislativos Estaduais (Unale); Nelson Leal, presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA); Antônio Andrade, vice-governador do Tocantins; Luciano Nunes e Ciro Simoni, ex-presidentes da Unale; Geraldo Júnior (SD), presidente da Câmara de Salvador; e o conselheiro Plínio Carneiro, presidente do Tribunal de Contas dos Municípios da Bahia (TCM-BA). Durante a solenidade, autoridades foram agraciadas com a Comenda Unale, entre elas o presidente Nelson Leal. 
 
Um dos primeiros oradores, o vice-governador João Leão parabenizou os legisladores pelo evento com o intuito de debater a humanização das leis. “Estamos muito felizes com a presença de cada um de vocês aqui. É uma honra muito grande receber cada um de vocês”, assinalou. 
 
 Kennedy Nunes agradeceu ao presidente da ALBA, Nelson Leal, e às deputadas Ivana Bastos (PSD) e Fabíola Mansur (PSB) pela recepção na Bahia. “Trouxemos esse tema da humanização e vamos ver até sexta-feira cases em que vários entes públicos mostrarão o que estão fazendo para humanizar as leis. A lei não sente fome, não sente frio. Nós, operadores da lei, precisamos saber o que é humanização”, defendeu. 
 
 Ainda sobre a necessidade de se humanizar leis, o dirigente da Unale lembrou que, nesta quinta-feira (21), entregará à ministra Damares Alves um protocolo de ideias a respeito do combate ao suicídio no país. “Depressão não é falta do que fazer, não é falta de Deus, é uma doença. Nós estamos preocupados, sim, com a vida das pessoas”, frisou.
 
Futura presidente da Unale, organizadora da conferência e atual secretária geral da entidade, a deputada baiana Ivana Bastos (PSD) fez seu agradecimento às casas legislativas que ajudaram a trazer o maior evento de parlamentares da América Latina para a Bahia. Filiada há nove anos na Unale, a legisladora falou do seu orgulho de participar da entidade comprometida com pessoas. 
 
 Nelson Leal, chefe do Legislativo baiano, destacou a realização do encontro para discussão de temas de interesse de todo o Brasil. Agradeceu a Kennedy Nunes, dirigente da Unale, por trazer a conferência à Bahia, terra mater do país. “Esperamos que esse intercâmbio de experiências e conhecimentos ajude a melhorar a produção de leis em todas as casas legislativas”, desejou.
 
Prêmio
 
O presidente Kennedy Nunes apresentou, durante a solenidade, o Prêmio Assembleia Cidadã no intuito de valorizar iniciativas dos legislativos nas áreas de gestão, atendimento ao cidadão e projetos especiais. 
 
 A assembleia vencedora receberá R$ 20 mil para ampliar o serviço e levará um troféu fundado em bronze.
 
 A votação nos três projetos finalistas de cada segmento acontece até o meio-dia de sexta-feira, quando será divulgado o resultado final.
Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Close
%d blogueiros gostam disto: