Nova forma de cobrança de Zona Azul começa a ser implantada em Salvador

A partir desta segunda-feira (12), os operadores de Zona Azul do Imbuí começaram a disponibilizar os tíquetes de estacionamento impressos em tempo real por máquinas portáteis com acesso à internet. Diante disso, as tradicionais cartelas físicas deixarão de ser disponibilizadas.

Neste primeiro momento, a nova forma de cobrança será disponibilizada para o estacionamento nas vagas das Ruas Padre Casimiro Quiroga e Adhemar Pinheiro Lemos. Até a próxima semana, todos os operadores que atuam no bairro adotarão a tecnologia nas mais de 420 vagas da região.

Além do Imbuí, em outros três bairros de Salvador o sistema também já funciona: Barra, Rio Vermelho e Comércio. Nessas regiões, ao chegar à vaga, o usuário que não quiser utilizar um dos 11 aplicativos disponíveis da Zona Azul Digital poderá ter auxílio do operador, que terá à mão uma máquina portátil com GPS para registro do veículo na vaga, pagamento e emissão de comprovante, gerado pelo Núcleo de Operação de Estacionamentos (NOE).

O comprovante, em formato tíquete, não precisará ser deixado no carro, ao contrário da cobrança por cartela de papel. A fiscalização nos estacionamentos públicos é feita pelo agente de trânsito nos mesmos moldes do que já é praticado para quem utiliza aplicativos do Zona Azul Digital. Ou seja, ao fazer a leitura da placa no sistema, o agente, munido de um smartphone, verifica se a situação do veículo no local está regular ou não.

Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Close
%d blogueiros gostam disto: