Curso de libras oferecido pela Biblioteca Anísio Teixeira reforça importância da acessibilidade

Pensando em celebrar o Dia Nacional do Surdo e a Luta pela Inclusão, celebrado em 26 de setembro, a Biblioteca Anísio Teixeira (BAT/Pelourinho) realiza o Curso de Libras em suas dependências durante o mês. Através do Projeto Leituras Acessíveis, a proposta é popularizar a Língua Brasileira de Sinais (Libras) através da aprendizagem ressaltando a importância da interação e comunicação de pessoas com deficiência auditiva.

O curso tem emissão de certificado e se divide em dois módulos: Básico e Intermediário. O primeiro ocorre de 9 e 13 de setembro, das 8h às 12h, e aborda teoria, práticas e noções de libras. Já o segundo será entre os dias 16 e 20, no mesmo horário, tratando de maneira avançada a linguagem de sinais. A diretora da BAT, Laura Galvão, afirma que este curso representa um referencial no atendimento a pessoa surda.

Seminário
 
Além disso, será realizado na quinta-feira (26), das 9h às 18h, na Biblioteca Central do Estado da Bahia (BCEB/Barris), o III Seminário Leitura para Todos, que tem como objetivo disseminar e fomentar a leitura inclusiva aproximando pessoas com deficiência do mundo da leitura e de outras formas de linguagens acessíveis.
 
A Biblioteca Anísio Teixeira (BAT) foi criada como Biblioteca Central de Educação, pelo professor Anísio Teixeira. Em 1956, houve a transferência para a Ladeira de São Bento, centro da cidade e, em 1985, recebeu o nome do seu fundador e patrono. Em 2014, a biblioteca passou a funcionar no Pelourinho oferecendo atividades para público de todas as idades. A BAT possui cerca de treze mil obras em seu acervo. A unidade é referência no atendimento aos surdos, com atividades especiais voltadas para este público. O horário de funcionamento é de segunda à sexta das 8h às 17h e aos sábados de 8h30 às 13h.
Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Close
%d blogueiros gostam disto: