Política

Reunião virtual da Comissão de Educação discute aulas remotas na Bahia presidida pela deputada Fabíola Mansur (PSB)

 Não houve quórum para a reunião virtual da Comissão de Educação, Cultura, Ciência e Tecnologia e Serviços Públicos da Assembleia Legislativa. Porém, a presidente do colegiado, deputada Fabíola Mansur (PSB), optou por dar seguimento à discussão remota sobre a retomada das aulas – através da internet – na rede pública de ensino estadual e o planejamento do ano letivo.

 
A reunião contou com a participação virtual de representantes da Secretaria de Educação do Estado, APLB Sindicato, deputados e comunidade escolar, nesse encontro preparatório para audiência pública que a comissão realizará daqui a um mês para examinar os desafios e gargalos dessa retomada do ensino. Há quase um ano a SEC vem discutindo com os diversos atores o planejamento para garantir o restabelecimento das 700 horas de carga horária mínima de 2020 dos estudantes, bem como o cumprimento das 800 horas desse ano.
 
A SEC pretende ordenar o retorno em três fases – remoto, híbrido (na escola, três vezes na semana) e presencial – porém o esforço, nas primeiras semanas, é assegurar o acesso e permanência dos estudantes matriculados o ano passado, e ampliar a matrícula dos que se encontram fora da escola em 2021. Na ocasião, foram apontados desafios para o cumprimento do ano letivo, tais como a dificuldade de acesso de alunos e professores às ferramentas digitais e equipamentos, capacitação dos docentes, a falta de infraestrutura de banda larga nas escolas, entre outras.
 
Para a APLB Sindicato os gestores devem entender que ensino remoto é uma novidade na vida dos docentes, e que muita coisa precisa ser ajustada. Segundo o sindicalista, a APLB fez uma pesquisa junto à categoria e seu relatório – colhendo as principais dificuldades e queixas dos profissionais nessa primeira semana de aulas remotas – será discutido na comissão e com o governo. A deputada Fabíola Mansur reiterou que o papel da comissão é colaborar com o esforço do governo estadual e das entidades de classe nesse momento.
 
Participaram da conversa os deputados Hilton Coelho (Psol), Jacó (PT),  Tiago Correia (PSDB), Fátima Nunes (PT), Olívia Santana (PC do B),  Rosemberg Pinto (PT), Jurandy Oliveira (PP), Bira Coroa (PT), Osni Cardoso (PT), Maria del Carmen (PT), Marquinho Viana (PSB), Robinson Almeida (PT) e do coordenador geral da APLB Sindicato, Rui Oliveira.
Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
%d blogueiros gostam disto: