Bahia

Mais de 150 tartarugas em idade reprodutiva já morreram em 2020 no sul da Bahia

O número de tartarugas mortas em idade reprodutiva tem preocupado especialistas. O fato pode causar desequilíbrio ambiental nos ninhos. Segundo o veterinário do Projeto (A) mar, Wellington Laudano, de setembro até agora já morreram 17 fêmeas, que poderia gerar 6,5 mil ovos. O resultado do ano também não é animador. À TV Bahia, o especialista informou que cerca de 150 tartarugas em idade reprodutiva já morreram em 2020.

Nesta semana, duas tartarugas em idade reprodutiva foram encontradas mortas em praias de Ilhéus. A causa da morte foi asfixia . Elas ficaram presas em redes de pesca. Os animais eram da espécie Oliva e mediam em torno de um metro e dez centímetros. Ainda segundo o Projeto (A)mar, outro problema são os obstáculos na chegada a áreas de desova, principalmente em pontos de Ilhéus. Neste mês já foram catalogados 35 ninhos de tartarugas no litoral sul do estado. De dezembro a abril ocorre o pico da desova, podendo chegar a 700 ninhos monitorados.

Fonte:bahia noticias

Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Close
%d blogueiros gostam disto: