Direitos Humanos

Salvador – Ação garante suporte e inclusão a pessoas com deficiência

Para garantir a inclusão a pessoas com deficiência, a Secretaria Municipal de Promoção Social, Combate à Pobreza, Esporte e Lazer (Sempre) estabeleceu que os eventos que envolvem a pasta, a exemplo das entrevistas concedidas a emissoras de televisão, terão o suporte de um tradutor de libras. A iniciativa é uma das ações da Central de Libras, que tem como objetivo intermediar a comunicação de surdos e surdocegos, nos serviços públicos de Salvador. A central visa fortalecer as políticas públicas de inclusão com ações que representem o público de pessoas com deficiência.

Com uma alegria contagiante e determinação que inspira a todos, Givanildo Pereira de Oliveira, de 51 anos, que é surdo e trabalha na Central de Libras da Unidade de Políticas Públicas para Pessoa com Deficiência (UPCD), comemorou a iniciativa implantada pela Sempre. “Esse passo é muito importante, porque na maioria das entrevistas não tem esse suporte para que as pessoas com deficiência possam entender as informações que estão sendo passadas. E esse acompanhamento com o intérprete fica bem melhor, porque deixa a comunicação mais clara e facilita o entendimento. É necessário ter esse olhar de empatia com qualquer tipo de deficiente, para que todos tenham acesso à informação”.

Para o profissional, ações como essas são importantes para conscientizar a sociedade sobre a importância da comunicação em libras e a inclusão do público de pessoas com deficiência em todos os setores. “É um presente trabalhar aqui, ter essa união com os colegas de trabalho e poder ajudar outras pessoas que, assim como eu, têm algum tipo de deficiência. Transmito as informações nas redes sociais para os surdos, esclareço dúvidas, faço vídeos e presto apoio na marcação de reuniões e realizo atendimentos. É algo que nos aproxima e mostra que é possível, além de deixar as pessoas acolhidas e motivadas”, acrescentou.

De acordo com o secretário da Sempre, Kiki Bispo, a Central de Libras visa preparar todos aqueles que queiram se comunicar pela linguagem de sinais. “Dentre as ações, está a colocação dos intérpretes de libras nas entrevistas concedidas pela pasta. Além disso, estamos com o projeto pronto para transversalizar esta importante iniciativa e fazer com que ela seja adotada por outras secretarias”.

Atendimento – O atendimento na Central de Libras acontece em três modalidades: de forma presencial, na Avenida Jequitaia, 62, Comércio, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h; por videoconferência ou no próprio local do evento. O agendamento pode ser feito pelo telefone (71) 99983-1949, via Whats App (71) 99624-9925 ou através do endereço de e-mail centraldelibras@salvador.ba.gov.br .

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
%d blogueiros gostam disto: