Política

Em ato com mais de 20 mil pessoas, Lula volta a reafirmar apoio a Jerônimo

 

“Eu quero que vocês saibam que aqui na Bahia eu tenho candidato e é o companheiro Jerônimo o meu candidato”, disse o pré-candidato à Presidência da República, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), durante o grande ato em homenagem à Independência da Bahia, neste sábado (2), na Arena Fonte Nova, em Salvador. Desde ontem em Salvador, Jerônimo e Lula tiveram uma série de reuniões e encontros para discutir ações que serão realizadas conjuntamente, pelos governos Federal e Estadual, a partir de 2023. “Nossos programas de governo estão caminhando juntos, portanto esses diálogos com Lula e a equipe dele são fundamentais para estreitar nossa parceria e fortalecer nosso trabalho de reconstrução do Brasil”, afirmou o pré-candidato ao Governo do Estado pelo PT, Jerônimo Rodrigues.

Mais de 20 mil pessoas participaram do evento, que também reuniu os pré-candidatos a vice-governador, Geraldo Júnior (MDB), a senador, Otto Alencar (PSD), e a vice-presidente, Geraldo Alckmin (PSB). O governador Rui Costa (PT) e o senador Jaques Wagner, além de centenas de lideranças políticas, entre prefeitos, deputados e vereadores, também estiveram na arena. Para Jerônimo, a vinda de Lula reforça o que já era de conhecimento de todos os baianos e baianas. “Lula nunca teve outro candidato na Bahia, sempre foi Lula lá e Jerônimo cá. Ele esteve aqui no lançamento da minha pré-candidatura e retornou agora para, mais uma vez, comprovar a nossa união e força do nosso time. A Bahia não vai se deixar enganar por pré-candidato que tentar se esconder em pele de cordeiro”, afirmou o próximo governador da Bahia.

Em seu discurso, o ex-secretário estadual da Educação e do Desenvolvimento Rural criticou o atual presidente da República, Jair Bolsonaro. “O presidente veio para Porto Seguro e eu pensei que viria ao extremo sul para assinar convênio, recompor rua, estradas e pontes. Mas não, veio brincar de moto. A nossa história nos obriga a assumir a luta contra a pobreza”, afirmou Jerônimo, que assumiu o compromisso de trabalhar em parceria com Lula: “queremos e vamos libertar o país da fome, do desemprego, da inflação”. Antes do ato na Fonte Nova, Lula, Geraldo Alckmin, Jerônimo, Geraldo Júnior, Otto, Wagner e Rui caminharam juntos no desfile da Independência da Bahia nas ruas do centro de Salvador.

O senador Jaques Wagner voltou a mostrar confiança na vitória de Jerônimo, Otto e Lula nas eleições de outubro. “Aqui o Lula sempre ganhou. E ganhou de muito”, disse o ex-governador da Bahia, que chefiou o executivo entre 2007 e 2014. O petista, que também foi ministro de Lula, disse que os baianos e baianas, mais uma vez, vão ser responsáveis pela independência do Brasil, desta vez nas ruas, livrando o país da tirania e do desgoverno de Jair Bolsonaro.

Demonstrando a mesma confiança de Wagner, o senador Otto Alencar falou sobre o clima na Bahia com a vinda de Lula: “o presidente Lula viu a animação e o amor do povo por ele. Foi uma consagração, quase que uma apoteose que fizeram para Lula no trajeto. Ele está muito feliz pela Bahia. Tenho certeza absoluta que vai voltar para fazer o que fez no passado”, disse.

Coordenador dos dois programas de governo de Rui Costa, Jerônimo Rodrigues teve seu trabalho reconhecido publicamente pelo atual chefe do Executivo em seu discurso. “Eu nasci na favela, ele nasceu na zona rural de Aiquara. Pense num ser humano de alma boa. A Bahia precisa de alguém que abrace o presidente, que ajude e tenha intimidade com o presidente para ajudar a Bahia”, afirmou o petista em seu discurso. Rui pediu ao público presente que questione às pessoas se estão satisfeitas com a sua gestão. “Esse trabalho precisa continuar e eu quero pedir a cada um de vocês, que a partir de hoje, por onde forem, perguntem: ‘Tu tá gostando do jeito do Rui cuidar da Bahia? Tu tem esperança que Lula vai ajudar a Bahia a partir de janeiro? Então, bota esse cara aqui no Governo do Estado, Jerônimo”, pediu Rui Costa.

“A Bahia resistiu ao atual presidente da República. Fizemos muito com o Governo Federal jogando contra, mas a partir de 2023 vamos governar afinados com Lula, sintonizados no trabalho, na esperança e no sentimento de amor e cuidado pelas pessoas que mais precisam”, afirmou Jerônimo ao final do evento na Fonte Nova. No final da tarde deste sábado, Jerônimo desembarcou em Ribeira do Pombal, onde realiza amanhã, a partir das 9h, a plenária territorial do Programa de Governo Participativo (PGP).

Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo
%d blogueiros gostam disto: