Saúde

Anvisa muda avisos de efeitos adversos de vacina e abre ‘porteira’ para rede privada

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) publicou uma Nota Técnica nesta quarta-feira (6) com orientações para o “monitoramento de eventos adversos pós-vacinação” ocorridos com qualquer vacina no âmbito das clínicas privadas de vacinação.

 

A portaria muda o sistema de notificação. Na introdução do documento, a Anvisa cita números da pandemia e a importância das clínicas de vacinação privadas. Ou seja, sugere que esses estabelecimentos possam ministrar o imunizante.

 

“De forma a combater essa ameaça à saúde pública, novos tratamentos curativos e profiláticos têm sido desenvolvidos e testados na rotina médica. Em resposta às novas tecnologias e aos novos produtos, as autoridades sanitárias e os serviços de saúde devem prezar pelo  monitoramento destes medicamentos para verificar a sua segurança e efetividade, principalmente no que tange as vacinas, as quais tem o potencial de serem utilizadas em larga escala para a imunização de toda a população brasileira”, diz um trecho do documento.

 

Em seguida a Anvisa cita que as clínicas privadas de vacinação são “participantes relevantes neste monitoramento, visto que constituem os serviços de saúde responsáveis por aplicação das vacinas a uma parcela expressiva de pessoas”. E diante dessa importância, a Anvisa afirma que esses estabelecimentos devem seguir as determinações da legislação sanitária federal, como o monitoramento de eventos adversos pós-vacinação (EAPV).

 

De acordo com a agência, o documento tem como objetivo reforçar a necessidade de notificação dos referidos eventos adversos. Além disso, a nota orienta como as vigilâncias sanitárias locais devem proceder em cumprimento às determinações da legislação sanitária federal.

Fonte:bahia noticias

Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
%d blogueiros gostam disto: