Salvador sedia XXII Congresso Brasileiro de Arborização Urbana até quarta (21)

Com a temática ‘’Cidades Verdes e Resilientes’’, foi dado início nesta segunda-feira (19), em Salvador, o XXII Congresso Brasileiro de Arborização Urbana (CBAU). A cerimônia de abertura aconteceu no Hotel Fiesta e contou com a participação do chefe de gabinete da Prefeitura de Salvador, Kaio Moraes, do presidente da Sociedade Brasileira de Arborização Urbana (Sbau), Heitor Liberato, e do presidente do Conselho Administrativo da Sociedade Internacional de Arboricultura (ISA), Pedro Mendes, além de secretários municipais e demais autoridades no assunto. O CBAU acontece até a próxima quarta-feira (21), no no auditório do Hotel Fiestal, no Itaigara.

Considerado um dos maiores eventos do país que trata do tema arborização, o objetivo do CBAU é estimular o poder público, a iniciativa privada e a sociedade para a conservação e ampliação das áreas verdes nas cidades, além de abrir espaço para discutir o acesso às melhores práticas que garantam mais qualidade no ambiente urbano.

“A participação nesse congresso só faz com que a Prefeitura de Salvador renove o compromisso com as questões ambientais do município, um assunto sempre importante para todos”, destaca Kaio Moares, chefe de gabinete da Prefeitura Municipal de Salvador.

Para o presidente da Sociedade Brasileira de Arborização Urbana (SBAU), Heitor Liberato, a capital baiana mereceu receber um evento desse porte pelos impactos positivos gerados a partir das atividades desenvolvidas através da Secis no município. ‘’A vinda do congresso para Salvador é uma premiação do que a cidade vem fazendo pelo verde urbano. Além de estarmos proporcionando um intercâmbio cultural que vai fortalecer não só a cidade, mas como toda região’’, pontuou.

Termo de Cooperação – Na ocasião, o secretário titular da Secis, André Fraga, e o vice-presidente da organização Plant for the Planet (Plante para o Planeta), Iago Hairom, assinaram o Termo de Cooperação para a capacitação em quatro escolas municipais, com o objetivo de conscientizar e formar cerca de 2.400 crianças como agentes do meio ambiente. Os alunos irão receber orientações sobre os cuidados com o plantio, questões climáticas e ajudarão a plantar mais de 10 mil árvores nativas na capital baiana até 2020.

“Engajar as crianças nas questões ambientais e fazer com que elas façam parte desse processo é muito importante para a nossa sociedade e para planeta. Desde cedo, elas têm a oportunidade de começarem a se conscientizar sobre a importância de plantar árvores e preservar o ambiente que vivem’’, destacou secretário André Fraga, titular da Secretaria da Cidade Sustentável e Inovação (Secis).

Para Hairom, o impacto direto na vida desses jovens é o mais importante nesse trabalho. “O indivíduo que participa dessa formação começa a se entender como um solucionador de conflitos ambientais’’, destaca.

Atividades interativas – Antecedendo a abertura oficial do congresso, nesse fim de semana os congressistas puderam participar de minicursos no Parque das Dunas e no Parque Social, com temáticas sobre as plantas de restinga, pragas na arborização urbana, diagnóstico e análise de riscos de árvores urbanas, assim como os planos de conservação e recuperação da Mata Atlântica. Além disso, simultâneo às capacitações, no Parque da Cidade aconteceu o 9º Campeonato de Escalada em Árvores. A disputa contou com cinco competidores que representaram os estados de São Paulo, Santa Catarina, Minas Gerais e Rio Grande do Sul.

Programação – Na terça (20), os participantes poderão acompanhar uma exposição de painéis informativos com a exposição de trabalhos científicos sobre Gestão e Manutenção da arborização urbana. Já no auditório, ocorrerão palestras sobre a Legislação Florestal e a Proteção das Florestas urbanas, além de debates sobre adaptação de mudanças climáticas e sistemas de áreas verdes.

Em seguida, na quarta-feira (21), se encerra o ciclo de palestras e atividades do congresso com um debate sobre o tema “A cidade viva – uma pedagogia necessária”, com engenheiro agrônomo e paisagista da Universidade de La Plata, Alfredo Horácio Benassi.

Com informações da Assessoria.

Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Close
%d blogueiros gostam disto: