Política

Reabertura dos trabalhos na ALBA é marcado pela defesa da Democracia

Diante das maiores autoridades civis, militares e eclesiásticas da Bahia, o presidente da Assembleia Nelson Leal iniciou, às 16h35, a sessão solene de reabertura dos trabalhos da segunda sessão legislativa da 19ª Legislatura. A tumultuada sessão em que a Assembleia aprovou a PEC da Previdência foi tema central no discurso do governador Rui Costa, que prometeu duras providências nas áreas criminal e administrativa para todos os agentes públicos envolvidos, e do presidente do Legislativo, que quebrou o protocolo e falou primeiro, manifestando a sua indignação com a selvageria do grupo que invadiu o plenário da Casa.
 
A reabertura é um ato capitulado na Constituição Estadual que celebra a harmonia e a independência entre os poderes, quando o chefe do Executivo dirige a tradicional mensagem ao Parlamento apontando rumos para o exercício que começa. A cerimônia se iniciou às 17h45, na rampa de acesso ao Palácio Deputado Luís Eduardo Magalhães, quando o presidente Nelson Leal passou em revista à tropa da Polícia Militar formada em sua honra. Depois houve o desfile militar e logo em seguida a chegada do governador Rui Costa.
 
ENTREVISTAS
 
Recepcionado pelo deputado Nelson Leal, que estava acompanhado de companheiros de Mesa Diretora, líderes partidários, parlamentares, autoridades do Judiciário, tribunais de Contas do Estado e dos Municípios, secretários de Estado, dirigentes de órgãos públicos, prefeitos e vereadores da capital e interior, o chefe do Executivo (bem como o presidente) deram entrevistas criticando com dureza o comportamento de todos os envolvidos com a invasão “autoritária, prepotente e absurda” da sala das sessões para tentar, “na marra”, impedir o Parlamento de funcionar.
 
O deputado Nelson Leal conduziu o governador ao Salão Nobre do Legislativo, que aguardou ali o início dos trabalhos em plenário, para onde foi conduzido por uma comissão de líderes partidários instituída pelo presidente do Poder. O chefe do Executivo foi recebido de pé com longa ovação. O início dos trabalhos sofreu breve atraso e antes de passar a palavra a Rui Costa, após a execução do Hino Nacional Brasileiro pelo Coral do Legislativo, regido pelo maestro Ângelo Rafael, o deputado Nelson Leal abordou a ação lamentável “de um grupo que não representa o funcionalismo da Bahia, que por pouco não se consumou uma tragédia”. 
 
Para ele, a ação serena da PM evitou “o pior”. Nelson Leal cobrou punição dos responsáveis pela “balbúrdia” e agradeceu o apoio que teve dos pares para levar os trabalhos até o fim com as duas votações da PEC 159-2020, pois “o nosso Parlamento não se intimidou. Respondemos com união, sem nos curvar”, encerrou, sob aplausos, com um “viva ao Legislativo!”.
 
FALA DO GOVERNADOR
 
O governador Rui Costa levou cerca de 50 minutos para ler a sua mensagem. Ele iniciou e concluiu batendo duro em quem tumultuou os trabalhos, lembrando que existem imagens para identificar a todos, cobrando auxílio do MP e do TJ para a punição exemplar, dentro da lei, dos responsáveis. “Imaginem um bandido invadindo o Pleno para forçar os desembargadores a fazer o que ele quer, ou um prefeito ou agente público do mesmo jeito, intimidando os conselheiros do TCE e TCU, para aprovar suas contas. É inadmissível. Precisa de um basta”. Foi interrompido por aplausos 11 vezes.
 
O governador baiano agradeceu o apoio do Legislativo e dirigiu palavras amáveis ao presidente Nelson Leal e a seus pares, solidário com o Poder e seus integrantes após a confusão na votação da PEC da Previdência. O chefe do Executivo tratou de todas as pastas de sua administração, com números, programas e todo o tipo de dados, destacando a próxima requalificação de mais de 160 escolas, a construção de 60 outras (com equipamentos como quadras, bibliotecas e piscinas). Destacou a assinatura do contrato para a construção da ponte Salvador/Itaparica, do VLT e ampliação do metrô em Salvador, além da próxima inauguração do sistema viário e da nova ponte em Ilhéus. Saúde, segurança pública tiveram papel de destaque no discurso, com o detalhamento das ações que serão realizadas nessas áreas vitais.
Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Close
%d blogueiros gostam disto: