Oficina de reciclagem transforma “lixo” em arte em Lauro de Freitas.

O papel recebeu nova vida e ganhou forma na Oficina de Reciclagem realizada nesta quarta-feira (28), em Lauro de Freitas. Utilizando material recolhido pela CAELF – Cooperativa de Agentes Ecológicos de Lauro de Freitas, os participantes da Oficina produziram objetos sob a orientação dos profissionais da SESP.

A oficina integra a programação das atividades do Novembro Negro no município e é realizada pela primeira vez na SESP. A intenção é que a atividade passe a fazer parte do calendário da secretaria a partir de 2019, aberta ao público em geral.  “Vamos trabalhar os quatro elementos principais da reciclagem: papel, pet, madeira e pneu para produzir peças que possam ser comercializadas”, explicou o coordenador da área de reciclagem, Vinícius Coelho.

Para o secretário da SESP, Renato Braz, “a oficina vai além do reaproveitamento do papel quando se propõe a produzir peças que retratem as comunidades de matrizes africanas, cuja luta é enfatizada neste mês de novembro. Isso mostra que nossa gestão abre portas e valoriza todos os segmentos e setores da sociedade”.

Enquanto manuseava o papel na produção da sua peça artesanal, o servidor Leandro Ramos traduziu o significado da atividade. “A oficina é uma forma de reaproveitar um material que muitas pessoas consideram lixo. É um projeto de sustentabilidade que pode gerar renda através do artesanato produzido e depois de pronto poderá ser comercializado”.  Será organizada uma exposição para que todas as peças produzidas durante a oficina sejam apreciadas e/ou adquiridas.

Com informações da assessoria.

Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Close
%d blogueiros gostam disto: