Deputados homenageiam na Assembleia 221 anos da conjuração dos alfaiates

O dia 12 de agosto, data do aniversário de 221 anos da Revolta dos Búzios ou Conjuração dos Alfaiates, foi lembrada no plenário da Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA) pelo deputado Jacó Lula da Silva (PT) e pela deputada Fabíola Mansur (PSB). As falas durante a sessão ordinária reverenciaram a memória dos mártires do levante investido de ideais libertários, os líderes João de Deus do Nascimento, Lucas Dantas de Amorim Torres, Manuel Faustino Santos Lira e Luis Gonzaga das Virgens e Veiga. Também exaltaram a iniciativa do Governo do Estado em dar visibilidade às heroínas negras que atuaram na revolta: Luiza Francisca, Lucrécia Maria, Domingas Maria, Ana Romana e Vivência Maria. O movimento, como lembrou o parlamentar petista, ficou conhecido também como Conjuração Baiana e Revolta dos Alfaiates. “Além da independência, buscava a liberdade dos escravos e a igualdade racial e social. Foi a primeira manifestação libertária em que o povo teve protagonismo”, afirmou.
 
 
A socialista, que apresentou moção sobre o tema, disse em seu discurso que a revolta foi o primeiro movimento negro que constituiu a luta por ideais de igualdade, fraternidade e liberdade. “Precisamos comemorar esse levante centenário. Os revolucionários foram os primeiros deputados baianos”, considerou Fabíola, frisando que o Legislativo baiano já aprovou a criação de um memorial aos heróis da revolução e tem ainda em tramitação a proposta de instituir a Comenda da Liberdade Revolta dos Búzios.
 
 
O deputado Marcelino Galo (PT) comemorou a chegada do sinal digital da TVE no município de Ipirá, a cerca de 200 km de Salvador. Presente à solenidade de inauguração do canal 10.1 da emissora, nesta segunda-feira (12), o parlamentar destacou a riqueza da sua programação, que prioriza a cultura local, além das coberturas especiais, como as do Carnaval, em Salvador, e os festejos juninos, no interior da Bahia.
 
 
O deputado Adolfo Menezes (PSD) manifestou preocupação com o rumo do país. Para o legislador, o presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL), “deu carta branca para o desmatamento” e deixou o meio ambiente de lado. Da mesma forma, o deputado Fabrício Falcão (PCdoB) tratou do cenário nacional em seu discurso. “A função maior de um presidente, além da governança, é unificar, pacificar os diferentes em prol de uma sociedade justa e igualitária”, discursou. Para o legislador, o mandatário nacional “acorda e dorme” pregando a divisão do povo brasileiro.
 
 
Capitão Alden (PSL) analisou dados do chamado Atlas da Violência, estudo do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) e o Fórum Brasileiro de Segurança Pública, divulgados na semana passada. Segundo o social liberal, os números são preocupantes, como o número de assassinatos de jovens e mulheres na Bahia. Ele defendeu o aumento do efetivo das polícias civil e militar, além do número de delegacias especializadas no atendimento à mulher na Bahia.
 
Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Close
%d blogueiros gostam disto: