AMOM denuncia crime ambiental no Mirage

Associação de Moradores do Loteamento Miragem - Buraquinho faz denuncia e diz que SEMARH, SESP e Guarda Municipal agem com descaso.

A AMOM – Associação dos Moradores do Mirage e Buraquinho, enviaram denúncia para o Bahia Alerta sobre um suposto crime ambiental no bairro do Mirage. Segundo o seu presidente, Eduardo Andrade, a situação acontece a pelo menos dois anos e a gestão municipal trata com descaso. Ainda segundo ele, as licenças e autorizações foram concedidas sem que se fosse garantido o cumprimento de ações básicas que garantisse a segurança ambiental. Confira o conteúdo da denúncia enviado pela AMOM:

“A SERMARH forneceu Autorização Ambiental a construtora para supressão de mata e terraplanagem de Lotes no Miragem. E o proprietário está descumprindo a Lei Ordinária 1478 de 2012 que obriga o fechamento dos Lotes. Dessa forma os moradores vizinhos aos Lotes têm que conviver com um Lixão e queimadas nos finais de semana. A SEMARH deveria ter exigido o fechamento dos lotes antes de fornecer a autorização ambiental.

E a SESP vem a dois anos prometendo resolver situação do descarte de entulhos e outros, mas nem está conseguindo colocar sacos de lixo nas lixeiras da Praça, dirás fiscalizar.

Na LEI que criou a Guarda Municipal de Lauro de Freitas consta que é uma das obrigacoes da Guarda a Proteção Ambientel, já que o meio ambiente é um patrimônio público. E acabaram com o Agrupamento de Proteção Ambiental da GM.

Neste sentido o Cidadão de bem que paga seus impostos fica indignado com razão.

Com tanta falta de cumprimento das Leis e incapacidade administrativa nas Secretarias da Prefeitura de Laurosó nos resta protestar e recorrer ao Ministério Público.”

Estamos guardando uma resposta das secretária citadas, para posterior publicação.

Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Close
%d blogueiros gostam disto: