Aluno da BCS do Uruguai vence competição e sonha com UFC

Nas aulas de muay thai oferecidas pela Base Comunitária de Segurança (BCS) do Uruguai, em Salvador, Eliseu Mendes, 18 anos, encontrou o estímulo que precisava para se dedicar ao esporte, além de traçar um objetivo de vida. Como resultado da dedicação e empenho na prática esportiva, ele venceu o campeonato Qualify Combat, na categoria 70 kg, no último domingo (8). 
 
O jovem cursa o primeiro ano do ensino médio e divide a rotina entre escola, treinos e trabalhos para ajudar nas despesas da família. “O esporte me trouxe a disciplina que precisava. Eu estava indo por um caminho que se resumia a beber e chegar tarde em casa. Parei de beber e minha dedicação é exclusiva ao muay thai”, afirma Eliseu. 
 
Ele destaca ainda que a BCS oferece “a possibilidade de buscar objetivos que antes do projeto nem sonhávamos ter. A minha expectativa agora é seguir lutando, conseguir um patrocínio e chegar a subir num octógono do UFC”. 
 
Eliseu mora com a mãe, um irmão e a avó, Janete Gomes, que ficou bastante orgulhosa com a conquista. “Essa iniciativa ocupa a mente dos jovens. Eliseu é um menino que sempre ajuda em casa e não faz corpo mole para nada. Ele está sempre em busca do caminho do bem. Esse projeto da Polícia Militar deixa a família tranquila. Agradecemos a Deus pela oportunidade”, relata Janete. 
 
As aulas de muay thai na BCS do Uruguai são realizadas com as instruções do soldado Weslley Souza, que pratica o esporte há 25 anos e costuma viajar à Tailândia para se manter atualizado na arte marcial. Segundo Weslley, o objetivo das aulas sempre foi oferecer uma atividade que retirasse os jovens das ruas. O projeto funciona na BCS há cinco anos e agora conta com uma equipe composta por nove integrantes, a Bangkok Muay Thai.
 
“A ideia é retirar os jovens da rua e, com isso, evitar o contato com as drogas e violência. Infelizmente, sabemos que, para um jovem que fica ocioso na rua, a chance de ter envolvimento com esse tipo de situação é muito grande. Aqui, nós mostramos um mundo que eles não conhecem e ajudamos a formar cidadãos para conviver em sociedade. Hoje celebramos a vitória do Eliseu, mas já tivemos outros alunos que venceram também. Faço sempre questão de lembrar que o projeto vai muito além de vencer competições”, pontua o instrutor. 
 
Ações sociais 
 
As aulas da muay thai ocorrem duas vezes por semana, em uma sala da BCS do Uruguai. O espaço adaptado recebe 30 jovens e o número não é maior porque o espaço não comporta. O comandante da BCS, tenente Marcílio Reis, explica que as ações estreitam as relações com a comunidade, que também encontra no local cursos de capoeira, violão, alfabetização de idosos e ginástica para a terceira idade. 
 
“São projetos que visam exclusivamente trazer benefícios para uma comunidade carente e que muitas vezes não tem oportunidade de acessar uma série de espaços. A nossa função é estar ao lado da população para ajudar”, ressalta o comandante. 
Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Close
%d blogueiros gostam disto: